O polêmico - Jota Luiz – POLÍTICA / ESPORTES / SAÚDE / POLÍCIA e VARIEDADES

Falso advogado é preso acusado de aplicar golpes em vários empresários

b1b2dd02e0e1822cd0fa6c712eb357f3 (1)

Uma operação da Polícia Civil-MA por intermédio da Superintendência Estadual de investigações criminais – SEIC realizou a prisão em flagrante delito do falso advogado Ronnyere Fonseca de Amorim, de 35 anos, natural da cidade de Bacabal.

O estelionatário se passava por advogado para consumar seus golpes. Ele enganou vários empresários da capital maranhense e da região de sua cidade natal.

Ronnyere foi preso no final da tarde de ontem (2), em um condomínio no bairro do Araçagi quando tentava receber uma quantia em dinheiro de um trabalho realizado.

O superintendente da SEIC Thiago Pardal informou que o falso advogado não tem curso superior e estava em São Luís há cerca de quatro meses aplicando os golpes.

Uma de suas vítimas, um empresário maranhense, contou que Ronnyere se dizia uma pessoa influente e que conseguia agilizar processos de restituições pelo Fisco. Pelo crime foi expedido um mandado de prisão preventiva.

Extorsão e Falsidade ideológica
O falso advogado Ronnyere Fonseca estava ainda envolvido com serviços de assistências a condomínios. Ele se apresentava como advogado e cobrava valores altos pelos serviços oferecidos. No condomínio em que foi preso em flagrante ele já teria recebido cerca de R$ 2 mil reais pelo serviços oferecidos e tinha ido ao local buscar o restante do valor acordado.

Outra denúncia que pesa ao referido é o fato dele ter se passado por delegado de policia da cidade de Pedreiras para adquirir produtos de vendedores. Ele realizou uma compra de R$ 4 mil na mão de uma das vítimas e nunca mais retornou para efetuar o pagamento.

O delegado Thiago Pardal informou ainda que o acusado confirmou ter adquirido uma carteira falsificada pelo valor de R$ 20 mil reais, que era utilizada para efetuar os golpes. Além de fazer vários empresários de vítimas, Ronyere chegou a enganar até órgãos públicos.

Mensagens e imagens gravadas no celular do suspeito serão investigadas e lhe relacionam as práticas criminosas.

Ronnyere Fonseca de Amorim, foi preso e encaminhado para a SEIC para ser ouvido pelos delegados de plantão onde foi autuado pelos crimes de extorsão, falsidade ideológica e estelionato.

Do Luis Cardoso

 

Categoria: Blog