O polêmico - Jota Luiz – POLÍTICA / ESPORTES / SAÚDE / POLÍCIA e VARIEDADES

Que horror! Jady Bolt diz que velocista tem o pinto pequeno

jady-bolt

A estudante carioca que adotou o nome artístico de Jady Bolt, depois que transou com o maior velocista do mundo, Usain Bolt, já começou a faturar dinheiro e ficar famosa fora do Brasil. E já iniciou fazendo barulho: contou detalhes do sexo e, pasmem os senhores, revelou que as partes íntimas do atleta não fazem jus a forma musculosa de Bolt. Ou seja: o homem mais rápido do mundo é um japonês e que deram duas não tão rápidas assim.

Em entrevistas exclusivas aos jornais britânicos “Daily Mail” e The Sun” ela contou como foi o início de tudo, a transa no quarto da Vila Olímpica, dos 100 euros que recebeu para pagar o táxi e das bebidas que rolou no local.

Ao jornal carioca O Extra, a nova celebridade diz todos ops detalhes. Confira a reportagem abaixo:

A estudante brasileira que passou a noite com o velocista jamaicano Usain Bolt decidiu soltar a língua para os jornais britânicos “Daily Mail” e “The Sun”. Ao EXTRA, ela garantiu que nunca pensou em tirar proveito do atleta, mas negociou as entrevistas pelas quais pediu uma boa grana. Ela também revelou que os cem euros recebidos foram para pagar o táxi.
Em entrevista ao “Daily Mail”, Jady Duarte falou sobre os atributos do atleta e deu detalhes de como foi cortejada. “Ele tem o corpo de um campeão, embora suas partes masculinas não correspondam”, afirmou. Já ao “The Sun”, ela disse que Bolt pode ser rápido nas pistas, mas na cama ele prefere ir com calma.
Os dois jornais anunciaram as entrevistas como “exclusivas”. Nesta terça-feira, a equipe do “The Sun” foi até a Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat), no Leblon, na Zona Sul do Rio, para argumentar que não pagariam o valor porque ela não cumpriu o contrato de exclusividade.
Bolt usou aplicativo de tradução.
Ela contou ao “Daily Mail”, que Bolt a convenceu a ir até a Vila Olímpica usando um aplicativo de tradução. Eles, então, fizeram amor numa cama de solteiro, enquanto ouviam a música “Work”, da cantora Rihanna. Foram duas horas de amor em dois intervalos com pausas para bebidas.
Mas a estudante não parece ter ficado muito satisfeita com o desempenho do atleta. “Ele tem um corpo muito musculoso e é um corredor rápido, mas ele não quis se apressar quando fomos para a cama”, afirmou.

jady-duarte

Jady Duarte faz o raio de Usain Bolt Foto: Márcio Alves / Extra

A estudante revelou, ainda, que Bolt prometeu que eles voltariam a se encontrar. O atleta está em Londres, na Inglaterra, onde foi visto curtindo a noite com várias mulheres nesta segunda-feira.”Eu realmente pensei que tinha alguma coisa acontecendo. Mas agora eu posso ver que ele pega mulheres tão rapidamente quanto ele pega medalhas de ouro”, disse.
Jady Duarte e Bolt: ela diz que tem mais fotos
Os dois se conheceram na boate All in One, na Barra da Tijuca, e a estudante disse que num momento da noite ele levantou a camisa para mostrar o tanquinho. “Eu nunca tinha visto nada como isso. Eu só estendi a mão e o acariciei”, contou.
Ela também disse que se sentiu incrível em tocar o atleta. “Os músculos eram duros como pedra. Mas eu estava prestando tanta atenção em seus músculos que no começo eu nem percebi que era Usain Bolt”, disse.
Jady ficou surpresa por não ir a um hotel

Foto: reprodução

Foto: reprodução

A estudante disse ter ficado surpresa de Bolt não tê-la levado para um hotel caro, mas para a Vila Olímpica. “Fiquei surpresa que ele não me levou para um hotel caro, mas eu não prestei muita atenção porque nós estávamos nos beijando todo o caminho. O quarto estava arrumado, mas ele tinha duas camas de solteiro eelas eram tão pequenas que os pés dele ficavam para fora no final, enquanto ele dormia”, afirmou.
Ao “The Sun” Jady contou, ainda, que Bolt dançou no chuveiro pelado ao som de Rihanna. Por fim, ela contou ter vivido um grande momento. “Eu me senti honrada que ele me escolheu e tivemos um grande momento. Foii realmente uma boa diversão. Eu não tinha ideia que ele tinha uma namorada – eu nem sequer o reconheci na boate”, afirmou.
“Me perguntam o tempo todo se ele é rápido”
Jady revelou em entrevista ao EXTRA que não teve problemas para entrar na Vila Olímpica, local onde os atletas estavam hospedados. Jady garante que não foi paga para fazer sexo com o atleta. “Os cem euros que aparecem na foto ele me deu para pagar o táxi de volta para casa”, revela. Jady voltou a afirmar que na cama Usain Bolt é um homem normal: “Me perguntam o tempo todo se ele é muito rápido. Gente! Não quero entrar em detalhes”.
A família recebeu com surpresa a notícia de que a moça tinha fisgado Bolt. “Minha mãe me apoiou, não me criticou. Minha irmã, que é toda certinha, está horrorizada”, conta. Jady chama de mãe a tia que a criou.
A mãe biológica a abandonou com 1 ano de idade. Se reencontraram há cerca de um mês e meio, pouco antes de ela morrer, “Não é um assunto que me deixa confortável. Ela me pediu desculpas, me falou que era muito nova, não tinha a cabeça no lugar. Perdoei, mas não quis contato”, confessa.
A morena sonha dar uma vida melhor aos filhos, um menino, de 2 anos, e uma menina, que faz 1 no mês que vem. “Quero dar do bom e do melhor para eles. Vou aproveitar as oportunidades que surgirem”, planeja.

Jady Duarte posa para o EXTRA

Jady Duarte posa para o EXTRA

 

Categoria: Blog