O polêmico - Jota Luiz – POLÍTICA / ESPORTES / SAÚDE / POLÍCIA e VARIEDADES

Maranhão perde mais duas posições em ranking de competitividade

Depois de perder três posições no Ranking de Competitividade divulgado pelo Centro de Liderança Pública (CLP) em 2016 (reveja), o Maranhão perdeu mais duas posições no levantamento de 2017 e agora ocupa apenas a 25ª colocação entre 27 unidades pesquisadas.

Em 2015 o estado figurava na 20ª colocação (com nota 43,1), depois passou a 23º em 2016 (com 34,3) e, em 2017, caiu para 25º (com 31,5). A nota geral vai de 0 a 100.

Segundo o CLP, o ranking é composto a partir da seleção de 66 indicadores, “distribuídos em 10 pilares temáticos considerados fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública dos Estados brasileiros: Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação”.

No caso do Maranhão, a situação só não é pior porque o estudo inclui a qualidade da energia elétrica fornecia pela Cemar como fator preponderante para a melhoria da nota de Infraestrutura, por exemplo.

Baixe aqui o relatório completo.

Do Gilberto Léda

Categoria: Blog