O polêmico - Jota Luiz – POLÍTICA / ESPORTES / SAÚDE / POLÍCIA e VARIEDADES

Corpos de maranhenses encontrados mortos no TO são sepultados em Alto Alegre do Maranhão

Francisca Barros Tavares, 59, Ruth Barros Tavares, 27, Milena Barros Tavares, 8 e Jasmim Barros Tavares, 12, foi sepultada nesta segunda (29) em Alto Alegre do Maranhão.

Corpos de Francisca Barros Tavares, Ruth Barros Tavares, Milena Barros Tavares e de Jasmim Barros Tavares serão sepultados no Cemitério Central de Alto Alegre do Maranhão — Foto: Reprodução/TV Mirante

Corpos de Francisca Barros Tavares, Ruth Barros Tavares, Milena Barros Tavares e de Jasmim Barros Tavares serão sepultados no Cemitério Central de Alto Alegre do Maranhão — Foto: Reprodução/TV Mirante

Serão sepultados nesta segunda-feira (29), na cidade de Alto Alegre do Maranhão, a 205 km de São Luís, os corpos de Francisca Barros Tavares, 59, da filha dela, Ruth Barros Tavares, 27, e das suas netas Milena Barros Tavares, de apenas 8 anos e Jasmim Barros Tavares, 12, que foram encontrados mortos dentro de uma residência na última sexta-feira (26) em Silvanópolis, no estado do Tocantins.

Os corpos que chegaram por volta das 23h11 na cidade e que vieram do estado do Tocantins, onde ocorreram os crimes, estão sendo velados na Rua Santo Antônio, no bairro Santo Antônio, em Alto Alegre do Maranhão.

A tragédia surpreendeu a todos em Alto Alegre do Maranhão. Maria Raimunda Barros, irmã de Francisca Barros, lamentou ter perdido parte de sua família em Silvanópolis, no Tocantins. “É muito difícil perder a irmã, sobrinha. Eu não esperava”, desabafou.

Residência onde a família de maranhenses foi encontrada morta em Silvanópolis no Tocantins — Foto: Reprodução/TV Mirante

Residência onde a família de maranhenses foi encontrada morta em Silvanópolis no Tocantins — Foto: Reprodução/TV Mirante

O caso continua cercado de dúvidas, mas a polícia do Tocantins suspeita que Livingstone Pereira, de 26 anos, tenha matado a esposa, de quem ele estava separado há 11 anos, a filha dele, Ruth Barros, e as duas netas dele, e logo depois tenha se suicidado.

Maria do Rosário Barros Costa, que também é irmã de Francisca Barros, disse que antes dos corpos terem sindo encontrados os vizinhos das vítimas ouviram uma discussão e logo após os disparos de arma de fogo.

“A gente não tem novidade nenhuma. A minha sobrinha que mora lá em Palmas falou só que já foi lá na casa pegar algumas coisinhas dela, mas que ninguém sabe explicar nada sobre o que aconteceu. Ela falou só que os vizinhos falaram que ouviram uma discussão e ouviram os tiros umas 21h, mas não tiveram coragem de comunicar com a polícia. Só avisaram a polícia no outro dia, na sexta-feira”, finalizou Maria do Rosário Barros Costa.

Os corpos de Francisca Barros Tavares, Ruth Barros Tavares, Milena Barros Tavares e de Jasmim Barros Tavares serão sepultados até às 8h desta segunda no Cemitério Central de Alto Alegre do Maranhão.

Entenda o caso

Livingstone Pereira Tavares, de 65 anos, a mulher dele identificada como Francisca Barros Tavares, 59, a filha do casal reconhecida como Ruth Barros Tavares, 27, e as filhas de Ruth Barros, Milena Barros Tavares, de 8 anos e Jasmim Barros Tavares, 12, foram achados dentro da residência divididos na sala, cozinha, porta dos fundos da casa e ainda em cima de um colchão.

A polícia trabalha com duas possibilidades. A primeira seria a odeia de homicídios múltiplos seguido de suicídio e ainda a presença de uma sexta pessoa na cena do crime. Segundo testemunhas, a família morta se mudou para a cidade há poucos meses e estava vendendo artesanato pelas ruas de Silvanópolis.

Categoria: Blog